Trending

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Crítica: Sete Minutos Depois da Meia-Noite supera expectativas!

Sete minutos depois da Meia Noite

Filme: Sete Minutos Depois da Meia-Noite (A Monster Calls)
Direção: Juan Antonio Bayona
Texto: Guilherme Pereira
Estreia: 5 de Janeiro de 2017
Distribuição: Diamond Films Brasil

---------------------------------------------------------------------

No dia 5 de janeiro de 2017, estreará nos cinemas brasileiros o filme “Sete Minutos Depois da Meia-Noite” (A Monster Calls). O longa adapta a trama do best-seller homônimo, escrito por Patrick Ness e lançado no Brasil em 2016 pela Editora Novo Conceito.

Sete Minutos Depois da Meia-Noite acompanha a história de Connor O’Malley (Lewis MacDougall), um garoto de 13 anos que enfrenta muitos problemas em sua vida. Seu pai (Toby Kebbell) é ausente, sua mãe (Felicity Jones) está com câncer em fase terminal, sua avó (Sigourney Weaver) é uma megera que parece não se importar e para piorar ele ainda sofre bullying na escola. Em meio a tantas dificuldades e se sentindo só no mundo, o garoto começa ter sonhos com um gigantesco ser em forma de arvore, que conversa com ele todas as noites em seus sonhos.

Sete Minutos Depois da Meia-Noite

É ai que essa árvore gigante, interpretada magistralmente com a voz de Liam Neeson, propõe ao garoto que lhe contará três histórias em troca de uma quarta. O inicio do filme tem a função de nos apresentar a esse ambiente conturbado do garoto e começa muito arrastado e devagar. A atuação de Lewis MacDougall começa rasa junto a todo o ritmo do filme e até mesmo os efeitos especiais não impressionam. Porém, quando você menos espera está preso na trama, pois há uma evolução narrativa muito grande e é nesse momento que o jovem ator, que dá vida ao protagonista, começa a brilhar, junto a um excelente elenco de apoio. Lewis consegue transmitir sua agonia, medo e ira, criando uma empatia junto ao espectador.

A evolução do filme é total e se reflete até mesmo nos efeitos especiais, que começam a aparecer mais bem resolvidos. Conforme a criatura conta suas histórias um ambiente com estilo "aquarelado" toma conta da tela e auxilia no despertar da imaginação do espectador alcançando seu objetivo com sucesso.

Mesmo depois de um inicio lento, Sete Minutos Depois da Meia-Noite consegue prender, emocionar, conquistar e viajar na imaginação do espectador se tornando uma excelente opção para quem busca um drama de fantasia sensível em meio a tantos blockbusters que dominam as telonas.

Trailer



Avaliação: 8.5/10

Por Guilherme Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário