Trending

sábado, 26 de março de 2016

Game brasileiro Gryphon Knight Epic chega ao PS4 e Xbox One!

Gryphon Knight Epic

Seis meses após o lançamento nos computadores, as aventuras de Sir Oliver e Áquila, o Grifo, vão continuar nos consoles de última geração. Gryphon Knight Epic, jogo nacional desenvolvido pela catarinense Cyber Rhino Studio, pousará dia 29 no PlayStation 4; e dia 30 no Xbox One. O preço será US$ 9,99 lá fora e R$ 19,90 no Brasil. Entre as novidades, o jogo vai oferecer um sistema de conquistas para os caçadores de troféus.

Confira o trailer de lançamento para os consoles:


Gryphon Knight Epic é um sidescroller shoot ‘em up, gênero popularmente conhecido como “jogo de navinha”. Só que essa terminologia vai ter de se adaptar porque Gryphon decidiu inovar e trouxe para nós uma temática de fantasia medieval: Sir Oliver é um cavaleiro lendário e honrado, que atravessa o mundo na sela de seu fiel grifo Áquila. Ele dispara virotes com sua besta de repetição encantada e tem que manobrar habilmente para desviar de obstáculos, monstros, projéteis e feitiços.

Gryphon Knight Epic é um game profundamente recompensador. São seis fases iniciais, cada uma dividida em duas telas – e todas possuem um subchefe intermediário. Há três níveis de dificuldade (Escudeiro, Cavaleiro e Épico), que aumentam as recompensas e os desafios.

Gryphon Knight Epic

No melhor estilo dos jogos de aventura oldschool, o game não é linear. Ele permite escolher livremente as fases que desejamos completar e em qual ordem. Além disso, há uma mecânica especial dentro do jogo com a qual o jogador pode mudar a direção do personagem. Livre das amarras permanentes de “ir para a direita”, é possível explorar os cenários, voltar por onde se veio, subir, descer, e encontrar power-ups secretos e muito poderosos.

Sem dar spoilers, Sir Oliver reclama para si as armas de todos os chefões que derrotar. Diferentemente dos outros títulos que consagraram o gênero, Gryphon Knight Epic possui elementos de RPG que adicionam uma profundidade e uma sensação de progressão incomparáveis. Além das armas adquiríveis - um arco mágico que dispara três flechas, uma cimitarra encantada que atira um golpe cortante pelo ar, e tem um cajado de bruxo, uma lança-de-justa, uma funda especial e um canhão estilo chinês - todas as armas, inclusive a do próprio Sir Oliver, podem ser melhoradas para ficarem mais poderosas e adquirirem novas funcionalidades. Dá para usar também poções de cura, explosivos e diversos elixires mágicos.

E como nenhum cavaleiro estará pleno sem um escudeiro, é aí que entram pequenas criaturinhas conhecidas como... Escudeiros. São seres equipáveis que garantem outras vantagens, como disparos de bolas de fogo (com o Dragão), escudo de proteção (com o pequeno cavaleiro), recuperação de vida (com o Vampiro) e até ressurreição (com a Fada). Os power-ups mais poderosos são as Runas, todas muito bem escondidas nas fases, que fornecem bônus permanentes como aumento de velocidade e aumento de vida, por exemplo.

Gryphon Knight Epic

Com visual pixelado estilo 16-bits, todo desenhado e produzido à mão, ele foi financiado coletivamente através do Kickstarter, e depois aceito na plataforma Steam via Greenlight, aquela em que os próprios usuários votam em quais títulos desejam jogar. Nos seis meses que separam o lançamento no PC do lançamento nos consoles o game só colecionou elogios, da imprensa e público nacional e estrangeiro.

Gryphon Knight Epic foi produzido por uma equipe veterana e experiente da indústria de games, composta pelos três sócios Sandro Tomasetti, game designer e programador que atua há 9 anos na indústria de games; Daniel Kai, artista com 8 anos de atividade na área, incluindo desenvolvimento de jogos para Nintendo DS e Wii; e Joe Junior, programador com cinco anos de experiência. A música e a sonoplastia ficaram a cargo do Estúdio Urbano.

Confira o site oficial do game - Gryphon Knight Epic

Via assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário