Trending

sábado, 24 de outubro de 2015

Tooncast pede a Ancine para não seguir cota de desenhos brasileiros


Desde 2012 vigora uma lei que obriga os canais de TV por assinatura a cumprirem uma cota estabelecida pela Ancine, onde elas devem exibir uma porcentagem de programação nacional em sua grande.

A proposta já causou muita discussão, mas com o tempo as emissoras foram se adequando, no caso dos desenhos animados canais como Cartoon Network, Gloob, Disney XD, Nickelodeon e outros, conseguiram se adequar. O canal Tooncast também estreou diversas animações nacionais em sua programação como Turma da Mônica, Irmão do Jorel, Carrapatos e Catapultas, dentre outros, no entanto, o canal solicitou a Ancine que a dispense da obrigação de exibição do conteúdo brasileiro.

A Turner Broadcasting, detentora do Tooncast e de vários outros canais como o Cartoon Network, explicou que o Tooncast busca licenciar e coproduzir conteúdos voltados a cumprir a cota exigida, no entanto, atualmente está impossível para o canal fazê-lo e as produções disponíveis são poucos a disposição. Além disso, a Turner explicou que a linha editorial do Tooncast é voltada a exibir desenhos clássicos estadunidenses e as cotas atrapalham a proposta do canal.

Por fim, a Turner relatou que caso o pedido não seja aceito existe a possibilidade de que tenham que descaracterizar seu canal ou até mesmo descontinua-lo no Brasil. A Ancine avalia o pedido feito e deve emitir um parecer final no final do mês de novembro.


Tooncast

Nenhum comentário:

Postar um comentário