Trending

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Miyamoto queria violência reduzida em GoldenEye do Nintendo 64

Em um painel na convenção GameCity 2015, realizada no último fim de semana na Inglaterra, o desenvolvedor Martin Hollis falou sobre como foi o desenvolvimento do game GoldenEye  007 e os feedbacks recebidos pela Nintendo na época. Hollis conta ter recebido um fax assinado pelo próprio Shigeru Miyamoto, pedindo para que o game tivesse menos violência e menos mortes, pois a empresa queria um jogo família.

"Ele queria que não se pudesse matar as pessoas tão de perto - ele achou isso um pouco horrível. Eu acho que não fiz nada a respeito dessa opinião", revelou o desenvolvedor.

"Ele achou que o jogo era muito trágico, com tanta matança, e sugeriu que seria legal se, no final, você apertasse as mãos de todos os seus inimigos no hospital", contou Hollis. Por esse motivo que a Rare incluiu as cenas dos créditos na versão final, onde mostrava que tudo não passava de uma ficção e que quem havia morrido eram os personagens e não as pessoas.

GoldenEye 007 é um jogo de tiro em primeira pessoa lançado em 1997 para Nintendo 64 que se tornou um grande clássico da Rare e marcou época na história dos games.

Fonte: The Guardian

Goldeneye 007

Nenhum comentário:

Postar um comentário